Réveillon no Cristo Redentor

* Por Nice Affonso  

      No réveillon que abriu o ano em que o Rio de Janeiro celebra seu 450º aniversário de fundação, seu maior ícone, o Cristo Redentor, pôde transmitir o vídeo do Papa Francisco parabenizando a Cidade Maravilhosa. Do alto do Corcovado e dos telões de Copacabana, em pool com a Rede Globo de Televisão e com a Rede Vida, na noite de 31 de dezembro para 1º de janeiro de 2015,ecoou a mensagem e a benção do Santo Padre aos cariocas de fato e aos de coração:


         — Quatrocentos e cinquenta anos já representam uma venerável história; a história de um povo corajoso e alegre que nunca se deixou abater pelas dificuldades, a exemplo de seu santo padroeiro, o Mártir romano Sebastião, que mesmo depois de ter sido alvejado por flechas e dado como morto, não deixou de dar testemunho de Cristo aos seus contemporâneos; a história de uma cidade que desde o seu nascimento esteve marcada pela fé. Querido povo carioca: «crê em Deus, e Ele cuidará de ti; endireita os teus caminhos e espera n’Ele. Conserva o seu temor, e n’Ele envelhecerás» (Eclo 2,6)! (...) Queridos amigos, tenho a certeza de que a Cidade Maravilhosa tem muito a oferecer ao Brasil e ao mundo. Por isso, ao acender as luzes do Corcovado, faço minhas, as palavras pronunciadas pelo Beato Papa Paulo VI, no dia 1º de janeiro de 1965: que «esta luz, iluminando a cidade do Rio de Janeiro, se espalhe por todo o Brasil» (Paulo VI,Insegnamenti, III), disse o Papa Francisco.

        A festa de réveillon no alto do Corcovado, celebrada durante a “Vigília da Paz” — que já é uma tradição no Santuário Cristo Redentor, quando toda a Arquidiocese do Rio de Janeiro agradece a Deus pelos momentos vividos no ano que termina e entrega o tempo novo que se inicia —, foi marcada pela presença do Arcebispo Metropolitano, Cardeal Dom Orani João Tempesta, que presidiu a celebração eucarística, e pela animação de músicos católicos. Á meia-noite, quando o belíssimo cenário de natureza exuberante estava especialmente iluminado pelas queimas de fogos, que ocorrem em variados pontos da Cidade Maravilhosa,foi possível brindar a chegada de 2015 com a “água da fertilidade”, extraída das fontes do próprio Parque Nacional da Tijuca.

10734045 10205778416568510 4355926169779047466 N
10364175 10205778405248227 3133658642588606120 N
10488253 10205778415048472 2219104163908546669 N
1606250 10205778420768615 4320425834695843664 O
11009 10205778415768490 385114338117910590 N

* Fotos: J. Lucena