Apoio

  • MasterCard
  • Bradesco Seguros
  • Pirelli
  • Hyundai Motor
  • Samsung
  • Ultrafarma
  • Caravela
Mar Anel Nuvens

Esta história começou quando os desbravadores portugueses chegaram ao Brasil, com enormes caravelas que portavam a cruz de Cristo. Naquele momento, assim que perceberam não se tratar de uma ilha, nosso país ganhou o seu primeiro nome: "Terra de Santa Cruz".

1882 - Decreto Imperial

Alguns anos se passaram e, com o caminho do Corcovado se tornando um lugar cada vez mais visitado, D. Pedro II decidiu construir uma estrada de ferro, que seria a primeira exclusivamente turística do Brasil. E com um decreto imperial, os engenheiros Francisco Pereira Passos e João Teixeira Soares tiveram o privilégio de serem os responsáveis pela estrada de ferro entre o Cosme Velho e o alto do Corcovado.

Bondinho Placa - Trilho
1884 - Inauguração da Estrada de Ferro

A inauguração da Estrada de Ferro do Corcovado foi um grande acontecimento na cidade. Nosso imperador,
D. Pedro II, deu o sinal de partida, e, assim, aconteceu a primeira viagem entre as estações Cosme Velho e Paineiras.

  • 1859 - A Ideia

Da janela da Igreja do Colégio da Imaculada Conceição, na Praia de Botafogo, onde o padre lazarista francês Pierre-Marie Boss era capelão, havia a visão do Monte Corcovado. Era uma paisagem de tirar o fôlego que o inspirou para a construção de um monumento religioso.

Nos preparativos para o centenário da
independência, o Círculo Católico se reuniu para
escolher o local para o tão sonhado monumento do
padre Boss. As opções eram o Morro de Santo
Antônio, o Pão de Açúcar e o Morro do Corcovado.

  • Papel Projeto
  • Apresentador
  • Público

A decisão não era fácil. Na
concorrência, três projetos foram
apresentados: um de José
Agostinho dos Reis, outro do
Adolfo Morales de los Rios e, por
último, o de Heitor da Silva Costa,
que teve a sua ideia como
vencedora.

Geometria

Foi em Paris que Heitor da Silva Costa encontrou com o escultor em art-deco
Maximiliam Paul Landowsky e com o engenheiro especialista em concreto-armado Albert Caquot. Ambos, em sintonia com o pintor Carlos Oswald, com o engenheiro mestre de obras Heitor Levy e com o engenheiro fiscal Pedro Fernandes Viana, deram ao Cristo Redentor a perfeita harmonia entre a arte e a engenharia.

  • Fragmentos
1921 - O Revestimento

Heitor da Silva Costa sabia que faltava alguma coisa
para dar ao Monumento a verdadeira essência de
obra de arte. Ao estudar a nossa natureza, ele
descobriu a pedra-sabão, um material bonito,
maleável, resistente à erosão e que era abundante
no Brasil. As peças foram cortadas em milhares de
triângulos, coladas à mão sobre um tecido e, depois,
aplicadas na estátua pelos pastilheiros.
Enquanto colavam as peças no tecido, as senhoras
da sociedade aproveitavam para escrever os nomes
de seus familiares no verso dos triângulos de
pedra-sabão.

  • Moldura
1931 - A inauguração do Monumento

Era o dia da padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida. O Rio de Janeiro
recebia peregrinos do mundo inteiro para a inauguração do Cristo Redentor.
Na cerimônia, Dom Sebastião Leme abençoou o Monumento com as
palavras: "Cristo vence! Cristo reina! Cristo impera!
Cristo proteja de todo o mal o seu Brasil!".

1980 – Visita do Papa João Paulo II

No dia 31 de junho de 1980, o Cristo Redentor
recebeu a visita ilustre do Papa João Paulo II. Ele
abençoou o Rio de Janeiro, aos pés do Monumento,
e declarou: "Se Deus é brasileiro, o Papa é carioca".

2006 – Santuário

Em 12 de outubro de 2006, ao
completar 75 anos, o Monumento foi
erigido Santuário Arquidiocesano.

2007 – Uma nova maravilha (7 de julho)

No dia 7 de julho de 2007, o Cristo
Redentor foi eleito, por votação
popular pela internet, uma das Novas
Sete Maravilhas do Mundo Moderno.
Os que sempre foram recebidos de
braços abertos no Corcovado, sem
dúvida, demonstraram seu amor pelo
Monumento na eleição.

2009 – Geminação Santuário Nacional de Cristo Rei

Quando o Cristo Redentor completou 78 anos,
em Portugal, o Santuário Nacional de Cristo Rei,
estava comemorando o cinquentenário da sua
inauguração. Na ocasião, foi firmada a
geminação entre os dois santuários, com o
objetivo de partilhar experiências e
espiritualidade, incentivando as peregrinações.

2011 – Cristo 80 anos

Ao completar 80 anos, o Cristo Redentor
ganhou uma grande festa, com um
calendário anual cheio de
comemorações abrangendo diversos
segmentos: música, artes plásticas,
dança, teatro, esportes, educação,
gastronomia, moda, turismo e outros.
No dia 12 de outubro, data do
aniversário, foi feita uma grande
celebração na cidade, com direito a bolo
e a homenagens a Heitor da Silva Costa
e a Dom Sebastião Leme, que ganharam
a construção de bustos a eles dedicados.

Essa história pode até ter chegado ao fim por aqui, mas ela
continua todos os dias, com o Cristo Redentor fazendo história na
vida de pessoas do mundo inteiro, a quem recebe de braços
abertos.